quinta-feira, 29 de setembro de 2011

OS OLHOS DO CORAÇÃO RENOVAM A VIDA


O parque em frente ao estacionamento estava deserto quando me sentei para ler embaixo dos longos ramos de um velho carvalho.
Desiludido da vida, com boas razões para chorar, pois o mundo estava tentando me afundar. E como se não tivesse razão suficiente para entristecer meu dia, um garoto ofegante se chegou, cansado de brincar. Ele parou na minha frente, cabeça pendente, e disse cheio de alegria:
- Veja o que encontrei!
Na sua mão uma flor, e que visão lamentável, suas pétalas estavam caídas, já não tinha cor e estava amassada e molhada.
Querendo-me ver livre do garoto com sua flor, fingi pálido sorriso e me virei.
Mas ao invés de recuar ele se sentou ao meu lado, levou a flor ao nariz e declarou com estranha surpresa:
-  O cheiro é ótimo, e é bonita também... Por isso a peguei; hei-la, é sua, estou te dando.
A flor à minha frente estava morta ou morrendo, sem as qualidades e cores vibrantes de sua brotação, mas eu sabia que tinha que pegá-la, ou ele jamais sairia de lá. Então me estendi para pega-la e respondi:
-        Eu aceito, muito obrigado.
Mas, ao invés de colocá-la na minha mão, ele a segurou no ar sem qualquer razão. Nessa hora notei, pela primeira vez, que o garoto era cego, que não podia ver o que tinha nas mãos.
Ouvi minha voz sumir, lágrimas despontaram ao sol enquanto lhe agradecia por escolher a melhor flor daquele jardim.
-  De nada, ele sorriu.
E então voltou a brincar sem perceber o impacto que teve em meu dia. Sentei-me e me pus a pensar como ele conseguiu enxergar um homem auto-piedoso sob um velho carvalho.
Como ele sabia do meu sofrimento, do meu estado de melancolia tipo auto-indulgente?
Talvez no seu coração ele tenha sido abençoado com a verdadeira visão. Aquela de "olhos interiores" que enxergam o fundo de nossa alma... 
Através dos olhos de uma criança cega, finalmente entendi que o problema não era bem ou somente o mundo cruel, injusto e impuro em que vivia. Era o meu ego, sim EU mesmo estava sendo o principal problema que me afetava.
Agora, despertado por tudo aquilo, percebendo claramente todos os momentos em que eu fui cego, agradeci por ver a beleza da vida ao meu redor e os privilégios que Deus me tinha concedido e apreciei cada segundo de tudo isso que é só meu.
E então levei aquela feia flor ao meu nariz e senti a fragrância de uma bela rosa, e sorri enquanto via aquele garoto, com outra flor feia e suja em suas mãos, prestes a mudar a vida de um novo e insuspeito senhor de idade tristemente sentado em outro banco...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

REAÇÃO DOS COLEGAS DE ENSINO FUNDAMENTAL

Já tínhamos esgotado o assunto que chamamos de INVOLUÇÃO DO ENSINO no Brasil em postagens anteriores, mas esta  MENSAGEM TELEFÔNICA CRIATIVA DE UMA ESCOLA ANO 2011, mereceu ser mais um acréscimo a respeito. Parece até brincadeira, mas o pessoal que trabalha com ensino fundamental me disse que é quase isto mesmo que acontece, assim vamos repassá-la logo após a justificativa dos criadores da mensagem e de uma "charge" que reproduzimos pois cabe mais ainda neste caso do que quando a utilizei:
"Esta é uma mensagem que os professores de uma escola municipal decidiram gravar na secretária eletrônica, com esta justificação: A escola cobra responsabilidade dos alunos e dos pais perante as faltas e trabalhos de casa e, por isso, ela e os professores estão sendo processados por pais que querem que seus filhos sejam aprovados, mesmo com muitas faltas e sem fazer os trabalhos escolares".
Eis a mensagem gravada:
    
"Olá! Para que possamos ajudá-lo, por favor, ouça todas as opções: 
- Para mentir sobre o motivo das faltas do seu filho - tecle 1.
- Para dar uma desculpa por seu filho não ter feito o trabalho de casa - tecle 2.
- Para se queixar sobre o que nós fazemos - tecle 3.
- Para insultar os professores - tecle 4.
- Para saber por que não foi informado sobre o que consta no boletim do seu filho, ou em diversos documentos que lhe enviamos - tecle 5.
- Se quiser que criemos o seu filho - tecle 6.
- Se quiser agarrar, esbofetear ou agredir alguém - tecle 7.
- Para pedir um professor novo pela terceira vez este ano - tecle 8.
- Para se queixar do transporte escolar - tecle 9.
- Para se queixar da alimentação fornecida pela escola - tecle 0.

- Mas se você já compreendeu que este é um mundo real, e que seu filho deve ser responsabilizado pelo próprio comportamento, pelo seu trabalho na aula, pelas tarefas de casa, e que a culpa da falta de esforço do seu filho não é culpa do professor, desligue e tenha um bom dia!"

Se a moda pega, que ponto nós estaremos chegando com a EDUCAÇÃO DO PAÍS!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

“PAI, COMEÇA O COMEÇO!”

Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele quase sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.
Meu pai faleceu há algum tempo e eu não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras.
Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a edificação do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos e netos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios e, em tudo isto ou apesar de tudo isto, continuar crescendo na fé sabendo que Deus está no controle. Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis...
Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta.
O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram desde cedo a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno iniciou-me no ensino de que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias. Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:
“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá, em certas ocasiões, toda a situação para você. Não importa que tipo de dificuldades estamos enfrentando ou encontraremos pela frente. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso:
“Pai, começa o começo!”.
Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo que temos por aqui. Aquilo que escrevemos nela corre por nossa conta, é nossa parte, nossa missão, que nem sempre fazemos como Ele nos ensina e espera de nós...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

VIOLA A QUATRO MÃOS TOCANDO UM CLÁSSICO DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA

Como aparece no vídeo trata-se de um dueto que me pareceu inédito e muito bem tocado e ensaiado. Só sabemos que ele se chama Siqueira Lima. E o ritmo e a cordenação dos dois é sensacional. Vejam vocês mesmo e me digam...

video

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

DE QUE O BRASIL AINDA PRECISA SE LIVRAR NO DIA DE SUA INDEPENDÊNCIA

Para abordar este assunto começamos pela última frase escrita no conjunto de pensamentos à direita do Blog onde consta: O BRASIL? "FRAUDE" EXPLICA. Nunca foi mais atual esta verdade de que, apesar de um explorado crescimento econômico, a explicação do nosso BRASIL passa realmente por uma análise do "DR. FRAUDE". Sem aprofundar este assunto que não é a característica nem a intenção deste Blog, vamos apenas acrescentar, sem considerar a Educação que já é um assunto esgotado por aqui, um grande detalhe político-social: O BRASIL precisa se livrar do PT. Já não é atual o que andou sendo espalhado na Internet sobre a seguinte vontade deste partido que explica a necessidade brasileira urgente de acabar com ele, sem deixar de considerar que o partido não deixa de ter, para justificar a regra da exceção, muito poucos cidadãos de bem e bem intencionados:
Assim como o PSDB tem o TUCANO como símbolo, o PT que não é nada original e já estava cansado da estrela vermelha que continua sendo pintada no palácio do Planalto, resolveu adotar um pássaro e escolheram por pesquisa o PARDAL. Afinal este pássaro como o PT tem em todo lugar, não serve para nada, está sempre em cima do muro, só come plantação dos outros, não canta, só grita, não trabalha, não faz nada, só anda em bandos perigosos, é feio e ainda faz suas necessidades em cima de nós, em cima dos carros, no país inteiro...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

ENCONTRO DE GERAÇÕES NO EXEMPLO DA TURMA PIONEIRA QUE LECIONEI NA UERJ - TERESÓPOLIS

Já tinha tido outros encontros de gerações marcantes na minha vida profissional acadêmica. Mas o que vai ser retratado abaixo espero que seja o último se me deixarem "pendurar as chuteiras". Destaco nos encontros anteriores o que tive com Ricardo R. Faria, meu ex-aluno, colega de ensino e de Consultoria. O Carlos Cunha - chamado pelos seus colegas cariocas de caique - ex-aluno da UFRJ e ex-colega em cursos de Informática na UNIFESO, alem de ter sido Administrador do Shoping do alto (ao lado da feirinha). Agora, o ex-aluno Pedro também da UFRJ se tornou meu atual colega na turma de Turismo da UERJ em Teresópolis, alem de dirigir a maior confeitaria da cidade - Império - de propriedade de sua família. Faço este registro em foto mais uma vez - a mesma turma está na postagem do Blog de 22 de dezembro de 2010 quando eu ainda lecionava - desta turma de alunos queridos que tão bem me receberam numa simples visita. A primeira foto estou ao lado do ex-aluno e, espero, ex-colega. Considerei esta a melhor foto, mais tive que acrescentar a outra foto logo depois por um fato interessante. Um dos mais queridos ex-alunos na primeira e melhor foto está escondido - acredito que um inimigo misterioso o impurou aproveitando estar ele um tanto dividido com relação a uma decisão espiritual - e, como numa benção especial, aparece bem claramente na outra. Vejam:
  

SALVO PELA GENTILEZA


Vou abrir uma exceção na característica do meu Blog com relação a citação dos nomes das pessoas que nunca foram mencionadas aqui, pois, além delas mesmas, uma grande parte dos leitores do Blog conhecem a maioria das pessoas que são retratadas ou mencionadas. Mas no presente caso, para introduzir a pequena estória abaixo com meu testemunho de forma mais real, teria que citar pelo menos o nome incompleto das pessoas.
Isto posto, queremos mencionar nosso costume de tratar bem e cumprimentar pelo nome todos os funcionário das Universidades que dei aula. Destaco alguns como o Nivaldo, inspetor de alunos (o nome antigo era bedel, alguém lembra?) e Zelador do prédio da Praia Vermelha da UFRJ, Faculdade de Economia e Administração na época (FEA). Na UNIFESO aqui em Teresópolis o inspetor de alunos Manoel, já aposentado morando na Tijuca, retribuía meu tratamento com uma prioridade no atendimento que me deixava até constrangido, pois sempre era o primeiro a receber a pauta e os envelopes de provas. Até os zeladores da RCA – TV a cabo gerenciada por meu amigo Rômulo, lembram-se bem do assinante Prof. Angelo. Eram Marcos. Lourenço e Carlos. Parece que um deles já deixou a empresa. Bom, chega de introdução pessoal de algo que considero importante para quem valoriza o  bom relacionamento humano sem descriminações, vamos a estória:

Conta-se esta estória sobre um empregado em um frigorifico da Noruega. Certo dia ao término do trabalho foi inspecionar a câmara frigorifica. Inexplicavelmente, a porta se fechou e ele ficou preso dentro da câmara.
Bateu na porta com força, gritou por socorro, mas ninguém o ouviu, todos já haviam saído para suas casas e era impossível que alguém pudesse escutá-lo pela característica das grandes portas de isolamento término dos frigoríficos.
Já estava quase cinco horas preso, debilitado com a temperatura insuportável que mais um pouco o levaria a morte por hipotermia. De repente a porta se abriu e o vigia entrou na câmara e o resgatou com vida.
Depois de salvar a vida do homem, perguntaram ao vigia:
- Porque foi abrir a porta da câmara se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho?        
- Ele explicou: Trabalho nesta empresa há 35 anos, centenas de empregados entram e saem aqui todos os dias e ele é o único que me cumprimenta ao chegar pela manhã e se despede de mim ao sair acrescentando: Fique com Deus. Hoje pela manhã disse “Bom dia” quando chegou. Entretanto não se despediu de mim na hora da saída.
Imaginei que poderia ter-lhe acontecido algo. Por isto o procurei e o encontrei.
Pergunta: Será que você tería sido salvo?? Eu de acordo com a introdução certamente seria... 

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

LANÇAMENTO DE LIVRO DE MINHA PRIMA E COLEGA

Ontem, dia 31.08.2011, comparecemos à tarde de autógrafos do livro TRAJETÓRIAS de autoria da minha querida prima e colega - Editora PUBLIT. Vamos registrar as fotos principais do evento da forma característica deste Blog onde não mencionamos nomes, apesar de também acrescentar que estavam presentes a Dama do Blog, nossa amada filha, o marido da prima e uma ex-Secretária de Educação do Município, futura candidata da classe à Prefeitura de Teresópolis. Segue fotos onde aparecem todos/as mencionados/as: