quinta-feira, 31 de outubro de 2013

UMA CURIOSIDADE PARA OS MOTOQUEIROS

Vejam como surgiram os "motoboys" DE VERDADE no vídeo pequeno abaixo:

video

terça-feira, 15 de outubro de 2013

EM NOSSO DIA HOMENAGEAMOS TODOS OS COLEGAS



Se parássemos pra pensar o quanto vale um professor nós daríamos bem mais valor á essa profissão de ensinar. Pois independente de seu salário nos ensina com muita dedicação ajudando toda nossa população com esse seu trabalho diário. E não haveria nenhum doutor se no início de sua carreira não tivesse tido uma carteira e principalmente um professor. A esse grande profissional demonstro a minha gratidão reconhecendo que sua profissão é importante e fundamental. Enfim, somos todos gratos por tudo que fizeste por nós e agora, em uma só voz, diremos: Professor...muito Obrigado.
Mestre: Homem que ensina; aquele que é versado em alguma ciência ou arte; homem superior e de muito saber, e que serve de ensino ou lição. Nosso muito obrigado àqueles que, ao nos ensinarem as lições do ofício, semearam em nós à vontade de tocar nossa própria música e escolher as notas que nos cabem, com a coragem e a perícia para acreditarmos em nós mesmos.

Vem cá, professora preciso falar-te... Pode ser que estejas cansada... foram tantos os problemas desse dia! Foi penoso aturar o chefe! Foram longas as horas de trabalho! E pode ser que estejas preocupada...! São tantas as diferenças sociais! São tantos os problemas na familia! e grande a responsabilidade que lhe confiamos! Deves estar apressada...o trabalho fica tão longe! o ônibus esta atrasado! A fila já dobra a esquina! A gasolina tão cara! Talvez esteja mesmo angustiada...a vida anda tão difícil! O salário já chegou ao fim. Mas, apesar do cansaço da pressa e da angustia... eu insisto: preciso falar-te! Preciso que me escute. Trago recados de tanta gente. Houve alguém que praticou uma boa ação e manda dizer-te que foi porque teu exemplo convenceu. Outro que venceu na vida e manda dizer que foi porque tuas lições permaneceram. Um outro que superou a dor disse que foi a lembrança de tua coragem que o ajudou... E toda a gente desta cidade, Estado e Pátria manda dizer que es importante, que sua presença na educação é fundamental... Você tem nas mãos a grande arma... SEUS ALUNOS!!!!!!!! Você é especial.

Obrigado por fazerem do aprendizado não um trabalho, mas um contentamento. Por fazerem com que nos sentíssemos pessoas de valor; por nos ajudarem a descobrir o que fazer de melhor e, assim, fazê-lo cada vez melhor. Obrigado por afastarem o medo das coisas que pudéssemos não compreender; levando-nos, por fim, a compreendê-las...Por resolverem o que achávamos complicados... Por serem pessoas dignas de nossa total confiança e a quem podemos recorrer quando a vida se mostrar difícil...Obrigado por nos convencerem de que éramos melhores do que suspeitávamos. Feliz dia dos Professores!

domingo, 6 de outubro de 2013

APRENDENDO COM A SENSIBILIDADE INFANTIL

Em postagem de 16 de março de 2010 sob o título O HOMEM QUE QUERIA UMA CRUZ MENOR, mostramos numa estória em quadrinhos as CONSEQUÊNCIAS deste desejo. Nesta forma infantil em quadrinhos os personagens são adultos. Já neste vídeo abaixo a mesma lição sensível é vivida de forma prática através da inocência infantil/juvenil, muito próprio pela PROXIMIDADE DO DIA DAS CRIANÇAS. Confiram pois, tanto a postagem anterior como esta, são dois bonitos exemplos simples ou infantis mais de grande valor autoexplicativo... 
 
video


terça-feira, 1 de outubro de 2013

AS DIFÍCEIS PERGUNTAS DA NOSSA ATUALIDADE

Em manchete de destaque, um jornal televisivo desta semana próxima passada lançou uma destas perguntas: POR QUE NO NOSSO NO PAÍS DE CONTRASTES O NÚMERO DE ANALFABETOS ESTÁ PRATICAMENTE SE IGULANDO, NA FAIXA DE 13 a 14 MILHÔES EM DADOS DE 2.012, AO NÚMERO DOS QUE TEM DIPLOMA DE ENSINO SUPERIOR? Em outra manchete de primeira página na FOLHA DE SÃO PAULO de sábado  23.09.2013, a cronista especializada Raquel Landim pergunta se a "década inclusiva" já acabou em função dos indícios dos dados da renda e do consumo nacional.  
Parte das respostas, sem dúvida, está no vídeo da nossa postagem anterior sobre assistencialismo eleitoreiro do governo, ensinando “a receber o peixe” em fez do ENSINO DE COMO PESCAR o que já provocou um resultado natural na base da EDUCAÇÃO no Brasil constatado pelo IBGE da forma divulgada abaixo:
"O analfabetismo no País, que vinha em queda constante desde 1998, voltou a crescer no ano passado, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram identificadas 13,2 milhões de pessoas que não sabiam ler nem escrever, o equivalente a 8,7% da população total com 15 anos ou mais de idade. Em 2011, eram 12,9 milhões de analfabetos, o equivalente a 8,6% do total. Em 2004, a taxa de analfabetismo brasileira chegava a 11,5%. Os dados estão na Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad 2012), divulgada nesta sexta-feira. O levantamento consultou 147 mil domicílios em todo o Brasil".